Tio Flávio Cultural

Foto tio flavio cultutral

Sobre o Tio Flávio Cultural

O Tio Flávio Cultural não é uma ONG. Não tem vinculações partidárias nem religiosas. É um movimento sem finalidade lucrativa, que não recebe nenhuma doação ou destinação financeira, mantendo-se com um modelo de gestão diferente: em vez de dinheiro, as pessoas doam seu tempo e talento. Nasceu em 2010 e possui cerca de 1000 voluntários e 70 grupos de ação, em suas diversas frentes de atuação que visam transformar a vida das pessoas pelo conhecimento, afeto, sensibilidade, empatia, proximidade, experiência e respeito.

Dentre as frentes de atuação estão os projetos:

1) “Nina”

( projetos de palestras e oficinas para funcionários de instituições que amparam pessoas com paralisia cerebral. O nome é em homenagem à Nina Simone, mulher forte que tinha significado e amor em sua militância )

Gestora voluntária: Isabel Cecília 

2) “Empreender Sonhos”

(projeto de atuação planejada e contínua em duas escolas públicas estaduais em Belo Horizonte.)

Gestoras voluntárias:

E. E. Dr. Paulo Diniz Chagas: Ana Pantuzo e Maura Marques

E. E. Caetano Azeredo: Eloisa Tampieri e Ligia Ruiz.

3) “Dádiva”

(recebimento e encaminhamento de doações materiais para instituições que são assistidas e parceiras do Tio Flávio Cultural)

Gestora voluntária: Marilu (Maria Luiza Salvo)

4) “Contadores de Estrelas”

(projeto e entretenimento e artes voltado às pessoas em situação de rua )

Gestoras voluntárias:

4.1) Nat Viana, Cris Freguglia e Cris Piassi (artes e entretenimento no albergue Tia Branca)

5) “Mega Ação” em ILPIs: Instituições de Longa Permanência para Idosos

(projeto de visita e intervenção cultural em instituições de longa permanência para idosos – visitas trimestrais)

Gestores voluntários:

5.1) Renata Gontijo e Edith Gunther – Lar Santa Gema Galgani – Rua Apolo 507 – Monsenhor Messias, BH-MG

5.2) Ana Valadares, Esther Salvador e Branca Oliveira – Casa Santa Zita – Rua Alagoas, 315 – Funcionários, BH-MG 

5.3) Rafa Coelho e Silvia Neves  – Recanto da Saudade – Rua Carmelita Prates da Silva, 393 – Salgado Filho, BH-MG

5.4) Emerson Rezende – Lar dos Idosos José Verçosa Júnior, Rua das Mercês, 135, Centro, Sabará-MG

5.5) Hévila Corrêa e Raquel Guimarães – Lar Santa Maria Rua Major Delfino de Paula Ricardo, 3.053 – São Francisco, BH – MG

5.6) Sara Córes,  Rosângela Purificação Medeiros, Jussara Santos, Pollyanna Vinhal  – Lar dos Idosos São João Batista, Rua Maria Amélia, 63, Justinópolis – Ribeirão das Neves – MG

5.7) Odete Senra e Denise Menezes – Casa Lar Balbina Maria de Jesus, Contagem-MG 

5.8) Mariana Lemos e Priscilla – Sete Lagoas e Pirapama– MG 

5.9) Juliana Tófani e Maria Cristina,  Casa de Repouso Ana Souza, Santa Luzia – MG

5.10) Juliana Tófani e Maria Cristina, Instituto Esperança, Santa Luzia – MG

5.11) Simone Lacerda – As Sempre Vivas – Rua Cel. Quintiliano Valadares, 140 – Planalto, BH-MG

5.12) Andréa Oliveira Chagas – Cristo Rei – Rua Adelina Patricia de Carvalho 16. Bairro Teixeira Dias, BH-MG

5.13) Luciana Prado, Rafael Corrêa e Daniela Rocha  – Lar da Vovó – Rua Aziz Abdi, 55, Bairro Paquetá – BH-MG

5.14) Thaisa Galvão – Lar Residencial da Vovó  – Av. Vinte e Oito de Setembro, 987 – Esplanada – BH-MG

5.15) Clarice Helena – Lar dos Idosos Nossa Senhora Auxiliadora, na Rua São Paulo, 731, Bairro Célvia – Vespasiano, MG

5.16) Aline de Souza e Fabíola Ciminelli  – Lar Padre Leopoldo Mertens, R. Padre Leopoldo Mertens, 1231 – São Francisco, BH, MG. 

5.17) Carla Vilela, Marinalva Lima e Wellerson Ferreira Nunes – Casa da Esperança – Rua José Ferreira Magalhães, 341 – Floramar, BH. 

5.18) Leo Sorrentino e Raquel Mendes da Cruz Pyrlo, na casa de acolhimento em Matozinhos, MG

6) “Virando a Página”

(projeto de fomento e apoio a bibliotecas comunitárias e ações de incentivo à leitura)

Gestor voluntário: Tio Flávio

7) “Brincar”

(projeto que estimula o lúdico, através de brincadeiras tradicionais, jogos e outras intervenções em casas que acolhem crianças e adolescentes.)

Gestores voluntários:

Felipe Matos, Jenyfer Basílio e Giselle Chelotti Reis.

8) “Grandes Olhos”

(projeto que leva o resgate da autoestima a pessoas com câncer e a quem mais necessita, através de manicures e maquiadores. O nome do projeto faz referência ao filme “Big Eyes”, sobre a artista Margaret Keane)

Gestoras voluntárias:

8.1) Hospital Felício Rocho – sábado: Fernanda Freitas, Daísa Souza, Mari Queiróz, Gabriela de Brito Farinha e Camila Cerqueira.

8.2) Hospital Felício Rocho – segunda-feira: Isabella Perruso

8.3) Hospital da Baleia – Sábado: Daísa Souza, Mari Queiróz e Camila Cerqueira.

9) “Bingo Solidário”

(realização de bingo em BH e região, visando levar alegria e entretenimento para instituições que atendem públicos diversos, desde idosos a pessoas com deficiências. Periodicidade mensal.)
Gestores voluntários:

Nilo Verçosa, Felipe Vasconcelos, Eliane Silva São Joaquim, Nívia Verçosa e Regina Duarte.

10) “Bem Te Quero”

(projeto que promove oficinas de artesanato para instituições e comunidades, na busca de resgate de autoestima, profissionalização e interação)

Gestoras voluntárias:

Carla Aquino, Rayanne Gomes, Rosemeire Carvalho e Flávia Paiva 

11) “Acolher”

(intervenções culturais, esportivas e educativas em abrigos de crianças e adolescentes violentadas física e moralmente)

Gestores voluntários:

11.1) Rosany Brandão e Emanuelle Miranda, na casa de acolhimento Tia Branca, bairro Caiçara (adolescentes de 12 a 18 anos), na Rua Desembargador Teófilo, 102, Caiçara, BH.

11.2) (Sem Gestor), na casa de acolhimento Casa dos Anjos, no bairro Santa Mônica (adolescentes de 12 a 18 anos), na Rua Olavo Bilac, 561, Santa Mônica, BH.

11.3) Cristina Queiroga, Heloisa Rezende e Viviane Menezes, na Casa Esperança 9, no bairro Campo Alegre ( meninas de 7 a 12 anos), na rua Bacaraus, 220, Campo Alegre, BH.

11.4) Marcela França, Henriqueta Bernardes e Isabella Garcia, na casa de acolhimento Casa Lucas, no bairro Dona Clara (crianças de 0 a 7 anos), na Rua Desembargador Fernando Bhering, nº 217, Dona Clara, BH.

11.5) Priscilla Vieira, Gabriela Garajau e Neide Lima, na casa de acolhimento Bola de Gude, no bairro Santa Branca (meninos de 8 a 12 anos), na Rua São Gonçalo do Abaeté, 84, Santa Branca, BH.

11.6) Elionai Cassiana de Lima Gomes, Danielle e Priscila Lage de Oliveira, na casa de acolhimento Casa Novella, no bairro Floramar (crianças de 0 a 7 anos), na Rua Professora Gabriela Varela, número 578, Bairro Floramar, BH.

11.7)  Anne S. Guimarães e Rosana Reis, na casa de acolhimento Aquarela, no bairro Itapoã, (meninos de 10 a 17 anos), Rua Jose Oscar Barreira, 318 – Itapoã, BH.

11.8) Mariângela Bubu e Tábata Oliveira Santos, na Casa de acolhimento Esperança 7,  no bairro Jardim Guanabara (adolescentes de 12 a 18 anos), na Rua Pedro Luiz de Lima, 492, BH.

11.9) Marcos Haroldo, na casa de acolhimento Casa dos Bebês, no bairro Jardim Atlântico (parceria com projeto Eleva em ação para crianças de 0 a 1 ano)  –  Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16950, Jardim Atlântico, BH.

11.10) Tio Flávio, na casa de acolhimento Travessia, no bairro União (adolescentes de 12 a 18 anos), na Rua Francisca Leão Corrêa, nº 185 – Bairro União, BH

11.11) Ana Groia, na casa de acolhimento Casa dos Bebês, no bairro Jardim Atlântico  (crianças de 0 a 1 ano) – Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16950, Jardim Atlântico, BH.

11.12) Marilene Britto e Isabel Gonçalves, na casa de acolhimento Lar Frei Leopoldo, no bairro Parque São José (meninas de 12 a 18 anos) – Rua Padre Francisco Scrizzi, 19, Bairro Parque São José – BH.

11.13) Hanna Castor, Tamiris e Jessyca Cristina dos Santos, na casa de acolhimento Lar Esperança Francisca de Paula de Jesus 2, no bairro Aparecida (meninas de 12 a 18 anos)Rua Pororocas, 212, Bairro Aparecida, BH.

11.14) Daniela Oliveira – Instituto Triângulo, em Igarapé, na Rua Álcides Braz  200 Bairro Lago Azul  – Igarapé, MG

11.15) Luiz Ricardo – Abrigos em Santa Luzia – Santa Luzia, MG

11.16) Jeyse Assunção e Vanessa Regina, Casa Esperança 10, no bairro Jardim Leblon (meninos de 7 a 12 anos) Rua São Sebastião do Maranhão, 143, Jardim Leblon, BH.

11.17) Daniele Martins, Érika Costa Coelho e Dissíula Carvalho Faria, na casa de acolhimento Lar Esperança Francisca de Paula de Jesus 1, no bairro Nova Esperança  (crianças de 7 a 12 anos), Rua Prof. Milton Lage, 25, Bairro Nova Esperança, BH.

11.18) Tio Flávio e Tiago Brito Carneiro, na casa de acolhimento Lar Esperança Francisca de Paula de Jesus 3, no bairro Nova Esperança (adolescentes de 12 a 18 anos), Rua Prof. Milton Lage, 27, Bairro Nova Esperança, BH.

11.19) Marcela Medeiros e Eliziana Figueiredo, na Casa Esperança 4 (crianças de 0 a 6 anos), na Rua Cel Joaquim dos Santos, 1187 Bairro Céu Azul.

11.20) Leo Sorrentino e Raquel Mendes da Cruz Pyrlo, na casa de acolhimento em Matozinhos, MG

12) “Infância”

(intervenções motivacionais e pedagógicas em creches de BH e região metropolitana. O foco é em professores, funcionários e pais de alunos das creches)

Gestores voluntários:

Tio Flávio e Juliana Tófani

13) “Dê Flores aos Vivos”

(projeto que oferece flores feitas de papel crepom, produzidas em unidades prisionais, às pessoas em instituições ou locais públicos).

Gestoras voluntárias:

Flaida Nunes de Carvalho, Layane Américo e Rosângela Purificação

14) “Liame”

(projeto que visa o acolhimento e fortalecimento pessoal dos gestores voluntários do Tio Flávio Cultural).

Liar significa vínculo; tudo aquilo cujo propósito é ligar uma coisa ou pessoa a outra: os liames de família; O nome do projeto sugere uma brincadeira de sentidos: “liame” e “lhe ame”.

Profissionais voluntários:

Elisa Dias, Gabriela Junqueira, Rafa Coelho, Hévila Corrêa.

15) “neTIOworking!”

(palestras gratuitas abertas à participação geral, com inscrições prévias)

Em reestruturação

16) “APACs”

(intervenções diversas em instituições prisionais diferenciadas)

Gestor voluntário: Tio Flávio

17) “Esperança”

(intervenções em presídios e penitenciárias do sistema prisional comum)

Gestor voluntário: Tio Flávio

18) “Mudando Vidas”

(intervenções em unidades socioeducativas, para adolescentes e servidores)

Gestor voluntário: Tio Flávio

19) “Faz Bem”

(Ações contínuas em unidades prisionais da Grande BH.)

Gestora voluntária: Deborah V. Vilas Boas de Almeida

19.1) Presídio de Pedro Leopoldo: Deborah, Gustavo, Catarina e Kellen

19.2) Presídio de Nova Lima:

19.3) Presídio de Santa Luzia:

19.4) Presídio de Matozinhos:

20) “Apoiar”

(palestras e workshops em instituições parceiras como Hemominas,  Defensoria Pública, PMMG, ONGs, etc)

Gestor voluntário: Tio Flávio

21) “Centro Comunitário Tio Flávio” no Morro do Papagaio

(articulação de cursos e intervenções culturais no Morro do Papagaio)

Gestor voluntário: Júlio Fessô

22) “Universidade Tio Flávio Cultural”

(Treinamentos e capacitações para gestores e voluntários)

Gestor voluntário: Tio Flávio

23) “Circuito Tio Flávio Cultural”

(palestras em escolas públicas e/ou movimentos jovens no interior de Minas Gerais)

Gestora voluntária: Flávia Castro 

24) “Sarau”

(visita mensal a uma república de senhoras)

Gestoras voluntárias:

Mara Eliza Oliveira e Esther Salvador

25) “Fala, Tio!”

(Produção audiovisual em parceria com o Sou BH e a UNA 360 que retrata, em videos mensais, instituições sociais que possuem um notável trabalho)

Curadoria: 

Érica Machado, Maria Flávia Bastos, Nil César, Patrícia Filizzola, Patrick Nascimento, Paula Passos, Silvia Castro e Tio Flávio

26) “Mocidade!”

(Um grupo de jovens que visita instituições diversificadas, levando música e atenção)

Gestores voluntários:

Yasmin Flores e André Victor

27) “Autonomia”

(grupo responsável pelas ações junto a jovens que completaram 18 anos e tiveram que sair das casas de acolhimento e vivem, agora, numa república)

Gestora voluntária:  Patrícia Lisboa 

Apoio: Adriene, Daniel Rosa, Iris, Marcela França

28) “Cidadania”

(projeto voltado às pessoas que saíram da situação de rua e hoje vivem em repúblicas)

Gestores voluntários:

28.1) Gabriela Junqueira  (acompanhamento aos assistidos da República Reviver)

28.2) Deise Dias (acompanhamento aos assistidos da República Fábio Alves)

29) “Pelos Olhos”

(projeto de visitas mensais a pessoas com paralisia cerebral)

Gestoras voluntárias:

Débora Neuenschwander e Mariana Martins

30) “Girassóis”

(projeto de palestras gratuitas para alunos de escolas públicas em Belo Horizonte)

Gestora voluntária: Flávia Castro

31) “Eu tenho um sonho”

(projeto de palestras voltadas para universitários do Movimento de Empresa Júnior)

Gestora voluntária: Flávia Castro



Fanpage do Tio



Blog que o Tio participa



SOUBH

HOJE EM DIA





Acompanhe as novidades nas redes sociais!

Facebook Tio Fávio Linkedin Tio Fávio Twitter Tio Fávio Youtube Tio Fávio Flickr Tio Fávio


Copyright © 2014 - Tio Flávio - Todos os direitos reservados